Wesley Safadão fala sobre vacinação irregular pela primeira vez - Foto: Reprodução

Wesley Safadão falou pela primeira vez, na manhã desta sexta-feira (29), sobre ter tomado a vacina fora do local estabelecido pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS). O cantor afirmou que foi orientado a tomar o imunizante em outro posto de vacinação e explicou por que não aceitou o acordo proposto pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) com o objetivo de evitar um processo criminal. 

De acordo com Safadão, o órgão queria que ele se declarasse culpado e pagasse valor estipulado em cerca de R$ 1 milhão em forma de prestação pecuniária a ser destinada a entidade pública ou privada com destinação social.

“Queriam que eu pagasse uma quantia equivalente a quase um milhão de reais, sendo que para um cidadão comum é infinitamente menor o valor”, disse o cantor. 

A polêmica foi iniciada após Wesley Safadão ser imunizado fora do local estabelecido pelo poder municipal, enquanto a esposa, a influenciadora digital Thyane Dantas, recebeu dose única da vacina de forma antecipada, sem estar agendada. A produtora do cantor foi inserida no processo por também tomar imunizante em local diferente do determinado.