Foto: Reprodução

Um homem que se apresenta como vendedor de água do município de Catunda, no Ceará, foi utilizado como “laranja” no esquema montado para desviar recursos do crédito consignado de servidores do Governo do Estado do Ceará. Ao total, teria sido movimentado ao menos R$ 600 milhões em créditos, conforme apontado pela Operação Onzenário.

De acordo com a PF, o desempregado recebeu R$ 350 mil reais do esquema dos consignados deflagrado nesta quinta-feira (3) pela Polícia Federal (PF). 

Com informações do portal: A Voz de Santa Quitéria