EmpreendedorismoGeral

Veja como as mulheres vêm conquistando espaço no empreendedorismo

Isabel Carli, diretora criativa da marca I Like It, explica como sua marca de lingerie vem incentivando outras mulheres

Empreender é arte de colocar no mercado novos produtos, gerar movimento e transformar. Quando uma nova empresa abre, consequentemente estabelece relacionamentos com novas pessoas, fornecedores, movimenta a renda e gera empregos. No cenário em que os clientes estão cada vez mais atentos e exigentes, a liderança feminina vem ganhando cada vez mais força no mercado.

Segundo pesquisas do Sebrae, nos últimos dois anos o número de mulheres empreendedoras aumentou de 38% para 45%. As mulheres que fazem parte desse índice são mais jovens e têm um nível de escolaridade 16% superior ao dos homens, mas em contrapartida, elas ganham 22% menos que os empresários. Esta situação vem se repetindo desde 2015.

Com o propósito de mudar o mercado feminino, Isabel Carli, a designer de moda e diretora criativa da marca de lingerie I Like It, que usa a autoaceitação e diversidade como forma de se destacar no empreendedorismo, explica as dificuldades de ser uma mulher empreendedora.

“É complicado, é como se eu tivesse lutando de maneira política em coisas distintas. Empreendedorismo é enfrentar todo dia novos desafios que a gente não aprende na escola. Eu não tive muito apoio quando comecei, então é muito desafiador começar algo do zero, tendo como certeza só suas capacidades.”

 

Isabel Carli, 24 anos- Criadora da I Like It

 

A designer fala como foi o processo de criação da I Like It.

“A I Like It não surgiu do desejo de criar lingerie, mas sim da vontade de revolucionar, ajudar pessoas e ser uma marca que represente todas as mulheres, independente dos padrões. A lingerie é só uma forma de representar esse conceito”. Explica Isabel Carli.

Além disso, ela esclarece como o discurso da marca ajuda no emponderamento e independência das mulheres.

“Através de lingeries as mulheres se sentem emponderadas, e dessa maneira elas podem vencer inseguranças, alcançar objetivos e se tornarem cada vez mais independentes, pois no cenário atual muitas ainda dependem do companheiro.”

Isabel explica ainda, como chegou no lugar que está hoje, e dá dicas para quem deseja empreender.

“Eu sabia o lugar em que queria chegar, só não imaginaria que ia chegar tão longe em menos de dois anos, pois eu comecei só com meu conhecimento na área da moda e um curso de um mês na internet de como fazer lingeries. A dica que eu deixo para quem deseja empreender do zero é arriscar e ter um objetivo muito maior que você.”

Foto: Reprodução

 

Tags
Exibir Mais

Brenda Bezerra

Estudante de publicidade e propaganda, produtora de moda e criadora de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar