EconomiaGeral

Veja como acompanhar o status do Imposto de Renda 2020 com certificado digital

Documento eletrônico facilita a consulta da declaração entregue, simplifica possíveis ajustes e oferece mais segurança aos contribuintes

O Certificado Digital é uma tecnologia que traz vantagens aos contribuintes em diversas etapas do Imposto de Renda. Após o envio da declaração, quem tem o documento eletrônico pode acompanhar com mais agilidade e praticidade o status do processamento dos dados declarados, já que o certificado proporciona entrada direta no ambiente da Receita Federal, sem a necessidade de precisar gerar um código de acesso. Com a pesquisa, fica mais fácil entender, por exemplo, se a declaração foi processada, se está em fila de restituição ou se está retida na Malha Fiscal, popularmente conhecida como malha fina, como explica a Serasa Experian.

“Os contribuintes se preocupam em entregar a declaração no prazo, mas depois grande parte não lembra de conferir a situação do processamento. Podem ser solicitados o envio de documentos extras e ajustes de informações, por exemplo, que se ignorados, podem implicar no registro de malha fina. Nesse sentido, o certificado digital ajuda muito, uma vez que oferece um processo de acompanhamento simplificado, tornando tudo mais prático, ágil e seguro”, explica o diretor de Identidade Digital da Serasa Experian, Mauricio Balassiano.

O primeiro passo para visualizar informações referentes ao Imposto de Renda é acessar o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC). Desde o início de julho, essa plataforma passou por uma alteração e, para acessá-la, é preciso fazer um cadastro prévio com o certificado digital para obter uma atribuição de selo de confiabilidade no Portal Gov.br, processo ágil, que vale tanto para registro de CPF, quanto de CNPJ. Clique aqui para ver o passo a passo com todos os detalhes.

A Receita Federal considera um prazo de cinco anos, após a entrega da declaração, para cobrar as pendências no Imposto de Renda. “O ideal, porém, é aproveitar as vantagens dos meios digitais para realizar o quanto antes o processo de consulta do status e regularização de dados e documentos para que alguma dependência não seja cobrada no futuro e pegue o contribuinte de surpresa”, recomenda Balassiano.

Dentre as vantagens da consulta periódica feita por meio de certificação digital, destacam-se:

  • A agilidade no acesso à plataforma da Receita Federal;
  • A possibilidade de alterar dados, se solicitado via Extrato do Processamento da DIRPF durante o processamento da declaração;
  • A apresentação de documentos online com segurança e garantia de validade jurídica;
  • Acesso às declarações entregues nos últimos anos para o caso de confirmação de informações e referências, por exemplo;
  • Possibilidade de checar dados e fontes pagadoras para complementar uma retificação.

Foto: Reprodução

Tags
Exibir Mais

Brenda Bezerra

Estudante de publicidade e propaganda, produtora de moda e criadora de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar