Foto: AFP

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes rejeitou o pedido de liberdade de DJ Ivis. O músico está preso desde o dia 14 deste mês, em um presídio em Fortaleza (CE), por agredir a ex-mulher, Pamella Holanda. 

O pedido de habeas corpus que foi protocolado no Supremo, afirma que a prisão é ilegal porque DJ Ivis não descumpriu as outras medidas protetivas impostas pela Justiça. De acordo com Gilmar Mendes, a ação não poderia ser analisada porque há outro pedido de liberdade sendo analisado por outra instância da Justiça.

“Em suma, concluo que se trata de habeas corpus ajuizado em evidente supressão de instância, não autorizado pelo paciente [DJ Ivis] e destituído dos elementos mínimos que permitam sequer saber se os fundamentos do decreto prisional indicados na petição inicial coincidem com as informações constantes do processo”, escreveu o ministro do STF ao justificar a negação do pedido.