CoronavirusPandemiaSaúde e Bem-Estar

Rússia anuncia primeiro lote da vacina contra o coronavírus

A Rússia informou neste sábado (15) que já produziu o primeiro lote da vacina contra o novo coronavírus. A Sputnik V foi anunciada no início da semana pelo presidente Vladimir Putin e recebido por cientistas com ceticismo.

Em um comunicado, o Ministério da Saúde da Rússia afirmou que o “primeiro lote da nova vacina” foi produzido no Centro de Pesquisas Gamaleya.

O presidente Putin afirmou na terça-feira que uma primeira vacina “bastante eficaz” foi registrada no país.

Ela foi desenvolvida pelo Centro de Pesquisas de Epidemiologia e Microbiologia Nikolai Gamaleya, em Moscou, em associação com o ministério russo da Defesa.

Mas cientistas ocidentais expressaram ceticismo.

Alguns afirmaram que uma vacina desenvolvida de maneira precipitada pode ser perigosa, pois a fase final dos testes, na qual a eficácia é comprovada com milhares de voluntários, começou esta semana.

O instituto Gamaleya foi acusado de não respeitar os protocolos habituais com o objetivo de acelerar o processo de fabricação e comercialização da vacina.

O fundo soberano russo envolvido no desenvolvimento da vacina afirmou que a produção industrial começará em setembro e que 20 países já encomendaram mais de um bilhão de doses.

Até o momento a Rússia não divulgou um estudo detalhado que permita verificar de maneira independente seus resultados.

Confira a matéria:

Foto: AFP

Tags
Exibir Mais

Edinaele Sousa

Jornalista e Produtora, 22. Além de registrar fatos, o jornalismo escreve histórias que serão contadas por gerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar