Cidade do México (México) (AFP) – O governo do México destacou nesta quarta-feira que a reabertura da fronteira com os Estados Unidos a pessoas vacinadas contra a covid-19 permitirá reativar a economia de sua região norte.”Vamos dar uma boa notícia: conseguiu-se a reabertura da fronteira norte. Teremos normalidade na nossa fronteira”, afirmou em entrevista coletiva o presidente Andrés Manuel López Obrador.O chanceler Marcelo Ebrard, que participou da entrevista, destacou que a medida permitirá “ativar e acelerar o crescimento econômico nessa região fronteiriça do México”.Um funcionário do alto escalão da Casa Branca informou ontem que os Estados Unidos reabrirão no começo de novembro suas fronteiras com o México e o Canadá para viajantes vacinados contra a covid.Ebrard lembrou que o fechamento da fronteira foi uma dos temas centrais discutidos com a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, durante sua visita ao México em junho.No México, país de 126 milhões de habitantes, 66,9 milhões de pessoas foram vacinadas, 48,8 milhões delas com o esquema completo, segundo dados oficiais divulgados nesta terça-feira.O fechamento teve repercussão nas comunidades fronteiriças de ambos os países, visto que suas economias estão fortemente ligadas. Muitos mexicanos trabalham nos Estados Unidos, enquanto americanos costumam cruzar para o México principalmente para comprar mercadorias e medicamentos por preços menores.