InternacionalNotíciasPolítica

Queimadas: Macron diz que Bolsonaro “mentiu” sobre meio ambiente e Irlanda e França ameaçam vetar acordo com Mercosul

O presidente francês acusa Bolsonaro de ter ‘mentido’ sobre o clima no G20 de Osaka, e a França se opõe ao acordo UE-Mercosul, segundo declarações do Palácio do Eliseu.

O presidente da França, Emmanuel Macron, admite que o presidente Jair Bolsonaro “mentiu” sobre seus compromissos com o meio ambiente e anunciou que, sob essas condições, a França se opõe ao tratado de livre comércio União Européia e Mercosul.

Essa informação está em várias agências internacionais nesta sexta-feira (23).“Dada a atitude do Brasil nas últimas semanas, o presidente da República só pode constatar que o presidente Bolsonaro mentiu para ele na cúpula (do G20) de Osaka”, declarou o Palácio do Eliseu, estimando que “o presidente Bolsonaro decidiu não respeitar seus compromissos climáticos nem se comprometer com a biodiversidade”. “Nestas circunstâncias, a França se opõe ao acordo do Mercosul”, acrescentou a presidência francesa.

E o governo da Irlanda também manifestou a intenção de vetar o acordo da União Europeia (UE) com o Mercosul pelos problemas ambientais. O governo da Finlândia, que está na presidência da UE, pediu que se avalie a possibilidade de banir a importação de carne bovina brasileira.

Em sua conta no twitter, nesta quinta-feira (22), Macron se manifestou e convocou membros do G7 para discutir as queimadas na Amazônia, “Nossa casa está queimando. Literalmente. A floresta amazônica – os pulmões que produzem 20% do oxigênio do nosso planeta – está em chamas. É uma crise internacional. Membros da Cimeira do G7, vamos discutir esta primeira ordem de emergência em dois dias!” declara.

 

Foto: Reprodução

Tags
Exibir Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar