Educação

Quarentena muda hábitos de vida de futuros servidores, que buscam redobrar a produtividade nos estudos

Concurseiros devem buscar amparo e suporte em canais especializados em concursos públicos, segundo especialista. Momento também é ideal para quem quer começar a estudar

As mudanças de hábito de vida causada pelo novo coronavírus podem tornar a rotina de estudos dos futuros servidores menos produtiva. Ficar em casa tem sido a principal arma para combater a doença, porém, novos problemas podem aparecer durante a preparação de muitos concurseiros.

Como muitos exames serão divulgados ao mesmo tempo após a pandemia, aproveitar o tempo para otimizar a preparação e manter o foco dentro de casa têm feito com que muitos estudantes fiquem ansiosos ou angustiados. Então, o que fazer para lidar com a situação e se preparar para a maratona de provas?

Para o Coordenador Geral do AlfaCon Concursos, Filipe Ávila, a primeira coisa que o concurseiro deve saber é qual a carreira que ele pretende seguir, e se dedicar a passar em concursos relacionados a ela. “Tendo em mente a área escolhida, fica mais fácil analisar quais conteúdos são os mais requisitados nos exames. Isso otimiza o tempo de estudo do aluno”, explica. Segundo ele, é prejudicial para o aluno destinar seu tempo estudando para duas áreas diferentes, como policial e administrativo, por exemplo.

Após isso, o coordenador aconselha que o estudante concentre seu tempo para aprender 60% dos conteúdos que são igualmente cobrados em exames de uma mesma área. Independentemente dos anos em que são realizados, certos assuntos são frequentes nas provas. Para isso, o candidato pode analisar os editais de concursos antigos e conhecer quais temas ele deve dedicar maior esforço.

Outro fator importante é a mudança de hábito de vida das pessoas em meio à pandemia. Para quem estava acostumado a estudar em uma sala de aula, em uma roda de amigos ou em lugares públicos, estar sozinho dentro de casa e sem alguém para dar suporte pode aumentar o risco de desenvolver uma série de problemas de saúde, entre eles a ansiedade e a depressão.

Ávila reconhece que o contexto pode proporcionar um crescente número de estudantes que se sentem desolados, e orienta que eles devem buscar ajuda em canais especializados em preparação para concursos públicos. “Há cada vez mais lives e eventos sendo realizados nas redes sociais e no YouTube por cursos preparatórios para tirar dúvidas, explicar técnicas de estudo e, muito mais importante do que isso, para compartilhar e dividir momentos de felicidade e angústia com os estudantes”, diz.

Momento é ideal para quem quer começar

Para os que pretendem iniciar os estudos, Ávila alerta que alguns pontos devem ser lembrados na preparação para os concursos públicos. O primeiro é avaliar a qualidade do material didático que o candidato está tendo acesso. Muitas vezes o que está disponível na internet não condiz com o que está em voga hoje, principalmente em disciplinas que envolvem leis, como Direito Penal e Direito Administrativo, por exemplo. A recomendação é comparar o conteúdo dos materiais com os temas presentes nos editais dos concursos pretendidos.

Outro problema relacionado ao material didático que o aluno precisa estar atento é a insuficiência do conteúdo. Materiais incompletos prejudicam o candidato, que terá de passar mais tempo pesquisando formas de complementar a matéria.

O segundo item é o planejamento, tanto de estudos quanto financeiro. Com a maior parte da população em casa, transformar essa situação em vantagem pode fazer diferença nos estudos. Para o coordenador, o concurseiro deve aproveitar esse momento que está em casa, com maior tranquilidade, para estudar confortavelmente e de acordo com seu tempo, sem precisar se preocupar em estar ou sair do trabalho.

Pessoas que perderam a renda durante a crise devem continuar firmes nos estudos, já que após o período haverá uma grande quantidade de concursos sendo divulgados. “Investir em um curso ou em materiais é algo que dará retorno a médio e longo prazos, por isso o candidato deve reorganizar suas finanças levando em conta suas metas e sonhos de vida”, finaliza.

Sobre o AlfaCon (www.alfaconcursos.com.br): Referência na preparação para Concursos Públicos no Brasil, o grupo atua também com a Editora AlfaCon, que produz materiais didáticos próprios, com mais de 100 títulos em catálogo. Ao longo de sua história, o AlfaCon soma mais de 112 mil aprovações para os concursos das áreas Policial, Administrativa, Tribunal e Militar. Hoje, além do online, o AlfaCon possui uma sede para estudo presencial, localizada em Cascavel, no Paraná.

Tags
Exibir Mais

Edinaele Sousa

Jornalista e Produtora, 22. Além de registrar fatos, o jornalismo escreve histórias que serão contadas por gerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Corona Vírus

Atualização em Tempo Real do Corona Vírus no Brasil.

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar