Moscou (AFP) – O presidente russo Vladimir Putin explicou, nesta quarta-feira (1º), durante uma reunião com estudantes de ensino médio devido ao início do ano letivo, que cumpriu e sente que ainda está cumprindo seu “sonho de infância”: servir à Rússia. Em uma sessão de perguntas e respostas televisionada, o presidente russo fez vários comentários sobre a importância de “acreditar em si mesmo” e de “não ter medo de sonhar”, para garantir o sucesso pessoal. “Tenho que dizer isso de uma forma pomposa, mas tudo foi orientado para uma coisa concreta: dedicar-me ao serviço da pátria. Atualmente, é o que faço. E por isso considero que consegui tornar meu sonho realidade”, respondeu, após ser questionado sobre seus sonhos de infância.Putin, de 68 anos, assumiu pela primeira vez a presidência russa em 2000 e controlou o país mesmo quando, devido ao limite do número de mandatos permitidos, foi primeiro-ministro, entre 2008 e 2012. Em 2020, aplicou uma emenda à Constituição que permite que ele permaneça à frente do Kremlin até 2036, quando completará 84 anos.Vladimir Putin é acusado há anos por seus críticos de ser cada vez mais autoritário e ter reduzido a oposição paulatinamente. Neste ano, em que haverá eleições legislativas em setembro, o principal opositor russo, Alexei Navalny, foi preso, suas organizações políticas foram proibidas por serem “extremistas” e vários de seus apoiadores optaram pelo exílio, com medo de também acabarem presos.Vários veículos de comunicação independentes e ONGs foram recentemente classificados como “agentes estrangeiros”, um status complicado que dificulta muito seu funcionamento. O Kremlin nega que esteja promovendo uma repressão política e afirma que age contra elementos perigosos para a nação, controlados no exterior para prejudicar a Rússia.