Mogadíscio (AFP) – Em um comunicado conjunto divulgado na quinta-feira à noite (21), o presidente da Somália, Mohamed Abdullahi Mohamed, e seu primeiro-ministro, Mohamed Hussein Roble, pronunciaram-se pela aceleração no processo eleitoral para nomear um novo chefe de Estado.O anúncio porá fim a um conflito que se arrastava há mais de um mês entre ambos.”Levando-se em conta os atrasos que afetam o calendário eleitoral, os dirigentes concordaram em acelerar o processo eleitoral, pedindo aos Estados-membros federados que comecem as eleições [da Câmara baixa] do Parlamento nas próximas duas semanas”, diz o texto assinado pelo presidente Abdullahi Mohamed e pelo premiê Hussein Roble.