Tegucigalpa (AFP) – O presidente de Honduras, o político de direita Juan Orlando Hernández, felicitou na quarta-feira sua sucessora, a esquerdista  Xiomara Castro de Zelaya, que venceu as eleições gerais e será a primeira mulher a governar o país.”Os resultados refletem que a senhora Xiomara Castro venceu as eleições. Quero felicitá-la, por este meio, por seu triunfo eleitoral”, disse Hernández em cadeia de rádio e televisão.Após a apuração de 58,98% das urnas, o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) aponta Castro em primeiro lugar com 52,31% dos votos, contra 34,92% de Nasry Asfura, candidato do governista Partido Nacional (PN, direita).”Felicito o povo hondurenho pela grande participação nas eleições, com demonstração de civilidade, a democracia se fortaleceu. Foi um exemplo para o mundo”, disse Hernández.Também anunciou a formação de uma equipe de transição para trabalhar com o novo governo.Hernández debe entregar a Castro a faixa presidencial no Estádio Nacional de Tegucigalpa em 27 de janeiro.Apesar dos temores de revoltas – como as registradas no país quando Hernández foi reeleito em 2017 em meio a denúncias de fraude – o processo de domingo transcorreu em clima de tranquilidade, com taxa de participação de quase 70% dos eleitores, dado histórico para o país.Apesar apuração não ter chegado ao fim, Xiomara Castro, candidata por uma aliança liderada por seu partido, Liberdade e Refundação (Libre), tem uma vantagem irreversível, segundo analistas.Xiomara Castro, esposa do presidente derrubado Manuel Zelaya (2006-2009), fez um apelo por um governo de “reconciliação” para resolver os problemas em um país onde el 59% dos cidadãos vivem na pobreza.