PF faz operação contra hackers - Foto: AFP

As polícias de Brasil e Portugal lançaram no sábado (28) uma operação conjunta contra hackers que teriam tentado atacar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no primeiro turno das eleições municipais.

Em um comunicado, a Polícia Federal informou que a operação buscou ‘desarticular a associação criminosa que teria promovido os ataques’ ao TSE.

Na ocasião, o presidente do tribunal, o ministro Luis Roberto Barroso, reportou uma tentativa de ataque aos servidores, que foi neutralizado e que em nenhum momento ameaçou a integridade do mecanismo de contagem de votos ou o sistema das urnas.

A ação, coordenada com a polícia portuguesa, resultou em três ordens de busca em São Paulo e Minas Gerais, além de uma ordem de detenção e outra de busca em Portugal.

O segundo turno das eleições municipais é celebrado neste domingo em 57 cidades, entre elas Rio de Janeiro e São Paulo.

As votações ocorrem em meio à pandemia, que já deixou mais de 170 mil mortos no país.