Washington (AFP) – O piloto de combate americano Stephen Bonner, um dos últimos sobreviventes dos intrépidos “Tigres Voadores” que lutaram contra os japoneses na Segunda Guerra Mundial, faleceu aos 103 anos – relataram sua família e colegas.Os Tigres Voadores operaram de Mianmar, no início dos anos 1940, para apoiar o líder nacionalista chinês Chiang Kai-shek contra os japoneses. Participaram de missões perigosas sobre a China ocupada e derrubaram centenas de bombardeiros inimigos. Inicialmente, atuaram como mercenários com o apoio tácito do governo americano, dada a neutralidade oficial de Washington em relação ao império japonês antes dos ataques a Pearl Harbor, em 1941. Entre 1943 e 1944, Bonner voou em “cinco vitórias aéreas confirmadas e cinco prováveis, e a ele foi atribuído ter danificado outros dois aviões de combate e bombardeiros”, disse o presidente da Fundação do Legado da Avião Sino-Americana, Jeff Green, à AFP.”Com sua surpreendente longevidade, Steve se tornou o último combatente estelar a voar na China durante a Segunda Guerra Mundial”, acrescentou Green. Em 2005, ele visitou a China com outros veteranos. Os integrantes dos Tigres Voadores foram nomeados cidadãos honorários de Kunming (sul), por terem ajudado a interromper a campanha japonesa de bombardeio nesta cidade durante a guerra.