Foto: Poder360 25.01.2021

Pessoas incluídas na terceira fase do Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 devem atualizar o cadastro e especificar comorbidades. A recomendação foi divulgada nesta quarta-feira (21) pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). O público alvo da terceira fase são pessoas com doenças crônicas e com deficiência permanente grave.

Conforme a Sesa, cidades do Ceará devem avançar para a terceira fase do plano de vacinação na próxima semana. Pessoas com comorbidades devem atualizar os dados registrados no cadastro estadual de vacinação, através da plataforma Saúde Digital, especificando a doença. Caso não haja atualização das informações, o cadastro pode ser invalidado e a pessoa não será convocada para a vacinação.

De acordo com a estimativa populacional, 627.572 pessoas no estado têm comorbidades e 406.137, deficiência permanente.

“Na próxima semana, alguns municípios poderão progredir para a fase 3, que contempla as pessoas com comorbidades, e é importante que as pessoas preencham ou atualizem o cadastro”, recomenda a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeira.

Doenças consideradas como comorbidades:

  • Diabetes mellitus;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR);
  • Hipertensão arterial estágio 3;
  • Hipertensão arterial estágio 1 e 2, com lesão em órgão alvo ou comorbidade;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Cor pulmonal e hipertensão pulmonar;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Síndromes coronarianas;
  • Valvopatias;
  • Miocardiopatias e pericardiopatias;
  • Doenças da Aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;
  • Arritmias cardíacas;
  • Cardiopatias congênitas no adulto;
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
  • Doença cerebrovascular;
  • Doença renal crônica;
  • Imunossuprimidos;
  • Anemia falciforme;
  • Obesidade mórbida;
  • Síndrome de Down;
  • Cirrose hepática.

Para comprovar que possui alguma das doenças especificadas na terceira fase do plano de vacinação, a pessoa deverá apresentar, no dia da vacinação, exame, receitas, relatório médico, prescrição médica ou algo similar como comprovação.