InternacionalNotícias

ONU pede urgência em novo pacto de migração da União Europeia

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados pediu nesta segunda-feira (28) a aplicação ‘urgente’ do novo pacto de migração da União Europeia (UE).

O recente incêndio no campo de migrantes na Grécia foi lembrado pelo chefe do ACNUR, Filippo Grandi, ao falar sobre a necessidade do novo sistema ser colocado em prática.

“Isso é urgente. Temos barcos no Mediterrâneo há meses, temos rejeitados, temos uma situação dramática nas ilhas gregas. A lista é muito longa de motivos para que seja uma questão urgente. Estou preocupado com a possibilidade de que isso dure por muito tempo porque não podemos esperar. Devemos estar preparados para o próximo verão – época tradicionalmente com maior número de chegadas – com um sistema melhor ativo”, Filippo Grandi, Chefe do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados.

Apresentado na quarta-feira, o novo ‘Pacto Europeu sobre migração’ prevê, principalmente, que os países da União Europeia que não querem acolher os solicitantes de refúgio deverão participar da devolução dos migrantes rejeitados a seus Estados de origem.

A proposta do executivo europeu deve ser abordada pelos países-membros em conversas que já são consideradas muito difíceis.

Grandi celebrou ‘importantes avanços’, como o reconhecimento do dever de resgatar no mar, mas se mostrou muito reservado em relação a outros aspectos do novo pacto.

Confira a matéria:

Foto: AFP

Tags
Exibir Mais

Edinaele Sousa

Jornalista e Produtora, 22. Além de registrar fatos, o jornalismo escreve histórias que serão contadas por gerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar