Na tarde deste domingo (4) 14 veículos foram apreendidos em uma operação das forças de segurança de Juazeiro do Norte, no interior do Ceará. A ação, que cercou o local onde a competição irregular acontecia, contou com o apoio de uma aeronave da polícia.

Praticar “racha” é uma infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. Se o motorista for pego, ele perde o direito de dirigir e responde por crime de trânsito. Além disso, segundo os agentes, essas corridas clandestinas põem em risco a vida de condutores e pessoas que trafegam nas vias onde são realizadas.

De acordo com o secretário de Segurança Pública e Cidadania de Juazeiro, Doriam Lucena, os participantes do “racha” tentaram fugir, mas foram detidos pelos policiais que participaram da operação.

“O helicóptero da Ciopaer foi acionado para fazer a condução desses jovens para se retirarem do local. Os quais na ânsia de fugirem acabaram esbarrando nas barreiras que foram montadas em pontos estratégicos e assim os nossos policiais fizeram a abordagem a esses jovens”, afirmou.

Ainda conforme o secretário, o Departamento Municipal de Trânsito e de Transportes (Demutran) comprovou diversas irregularidades nos veículos apreendidos.

Doriam Lucena disse, “A partir do Departamento Municipal de Trânsito ficou constatado uma série de infrações cometidas, tanto em relação à documentação dos veículos: alguns não estavam licenciados, não estavam emplacados, com documentação atrasada, bem como alguns condutores não possuíam os documentos de habilitação. Diante disso, os veículos foram apreendidos e alguns condutores levados a delegacia para os procedimentos cabíveis”.