CoronavirusDestaqueInternacionalNotícias

Nicolás Maduro comemorou a chegada ao país de navios iranianos

O governo venezuelano comemorou na quarta-feira (21) a próxima chegada ao país de navios iranianos com gasolina e produtos petroleiros. Teerã advertiu sobre “consequências” se os Estados Unidos (EUA) impedirem a entrega à Venezuela, onde piorou a escassez de combustível durante a pandemia de covid-19.

“República Islâmica do Irã, obrigado por todo apoio que estamos recebendo. Estamos prontos para o que seja, quando seja. Irã, Sallam alaikum”, disse presidente da Venezuela.

De acordo com a imprensa, cinco barcos zarparam nos últimos dias do Irã e navegam com direção ao Caribe venezuelano, onde os Estados Unidos anunciaram no começo de abril uma maior vigilância do crime organizado, destacando unidades de combate.

Mais cedo, o ministério da defesa da Venezuela informou que as embarcações seriam recebidas e escoltadas, ainda que não tenha precisado a data da chegada.

Os carregamentos são rejeitados pelo líder opositor Juan Guaidó, que denuncia o pagamento com ouro extraído ilegalmente nas vastas áreas de mineração no sul do país.

O líder parlamentar também considera que o reforço dos laços entre a Venezuela e o Irã são ‘motivo de alerta’ para a segurança da região dada a posição estratégica do país sul-americano.

As tensões coincidem com denúncias venezuelanas de uma frustrada incursão marítima supostamente desmantelada entre 3 e 4 de maio, da qual responsabiliza Guaidó, Estados Unidos e a Colômbia.

Foto: AFP

Tags
Exibir Mais

Edinaele Santos

Jornalista e Produtora, 22. Além de registrar fatos, o jornalismo escreve histórias que serão contadas por gerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar