CearáFortalezaNotícias

MPCE encontra indícios de fraude e superfaturamento na construção do hospital de campanha do PV

O hospital de campanha construído no Estádio Presidente Vargas (PV) para tratar as vítimas do Coronavírus, começou a funcionar no dia 20 de abril e recentemente foi desmontado, ao longo dos meses, ele cuidou de vários pacientes, mas sempre teve rumores de fraude e superfaturamento em sua construção.

No dia 4 de setembro, o Ministério Público do Ceará (MPCE) divulgou o Relatório Técnico de Inspeção Conjunta das obras do hospital de campanha, no documento consta que foram realizadas análises em processos aditivos de pagamento, projetos de arquitetura e engenharia, entre outros documentos.

O documento aponta o Secretário Municipal, Renato Lima, como um dos principais responsáveis, ele é conhecido por ser um dos principais doadores da campanha de Sarto (PDT) a Deputado estadual.

Foram realizadas inspeções no hospital, e em uma delas foi constatado que não havia pacientes, nem funcionários, e algumas estruturas já haviam sido removidas e outras estavam desmontadas no local.

Ainda, foram encontradas irregularidades nas cotação de preço das empresas contratadas e Indícios de superfaturamento por duplicidade de pagamentos dos serviços de estrutura e instalações.

Além das despesas identificadas no documento do MPCE, podem haver outras despesas ainda não identificadas.

Veja mais sobre o assunto em nosso canal do YouTube:

Foto: O Povo

Tags
Exibir Mais

Marcelo Medeiros

Jornalista, 59. Editor do portal de notícias Siará News, formado em Ciências Náuticas com MBA em Gestão Empresarial, Pós-graduação em Jornalismo Político e Ciências Políticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar