CearáFortalezaNotícias

Ministério da Saúde planeja soltar ‘mosquito do bem’ em Fortaleza no ano de 2020

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta segunda-feira (2).

Ministério da Saúde planeja soltar em Fortaleza, em 2020, levas do mosquitos Aedes aegypti contaminado com a bactéria Wolbachia, que reduz a capacidade de o inseto transmitir doenças aos seres humanos. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta segunda-feira (2). O inseto é conhecido como “mosquito do bem”.

“A ideia do método é fazer uma série de liberações de mosquitos a cada semana, por cerca de 16 a 20 semanas em uma determinada localidade. Então, ao liberar esses mosquitos contendo a bactéria, eles vão cruzar com os mosquitos locais e a fêmea do mosquito passa, através dos ovos, para todos os seus descendentes. Então, com o tempo, aquela população vai ser toda substituída por mosquitos que contenham a Wolbachia“, explicou o pesquisador da Fiocruz Fluaciano Moreira, responsável por trazer o metodo ao Brasil.

O Wolbachia já foi utilizado em 28 bairros do Rio de Janeiro e 33 de Niterói. A estimativa é que mais de um milhão de pessoas já tenham sido beneficiadas pelo método.

O Ministério da Saúde deve apoiar no próximo ano a soltura também nas cidades de Foz do Iguaçu, Manaus, Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Petrolina em Pernambuco e em Belo Horizonte.

Fonte: Diário do Nordeste
Foto: Pixabay

Tags
Exibir Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar