Mayra Pinheiro diz que pedido de afastamento pela CPI é “desacato à Justiça” Foto: Senado

A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, Mayra Pinheiro, disse que o pedido para afastá-la do cargo no Ministério da Saúde, aprovado pela Comissão Parlamentar de Inquérito, a CPI da Pandemia, nesta terça-feira (3), é um “desacato à Justiça”.

Em entrevista concedida à CNN Brasil, Pinheiro disse que “a CPI não tem competência para solicitar afastamento de quem não cometeu nenhum crime”.

No final de julho, Mayra Pinheiro acionou a Justiça contra o presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, por vazamento de dados pessoais sigilosos.