Tunes (AFP) – Várias centenas de pessoas, incluindo muitos pró-islâmicos, manifestaram-se na Tunísia neste sábado (18) contra o golpe do presidente Kais Saïed, que tomou todos os poderes em 25 de julho neste país do norte da África.Atendendo a um apelo veiculado nas redes sociais, os manifestantes, que gritavam palavras de ordem pelo retorno à “legitimidade” do poder, se reuniram na avenida Habib Bourguiba, que passa pelo centro da capital tunisiana, cercados por um importante dispositivo de segurança, conforme afirmaram jornalistas da AFP.Um drone do Ministério do Interior também sobrevoou a manifestação.“O povo quer derrubar o golpe”, “Queremos legitimidade”, “Constituição, liberdade e dignidade”, gritaram os manifestantes, entre os quais estavam personalidades do partido Ennahdha, de influência islâmica.Apoiadores da coalizão Al-Karama, partido ultraconservador, aliado do Ennahdha, também estiveram na manifestação, assim como algumas figuras da esquerda.Em 25 de julho, Saied destituiu o primeiro-ministro Hichem Mechichi, suspendeu o Parlamento e absorveu o poder judiciário por um mês renovável, antes de prorrogar essas medidas em 24 de agosto, “até novo aviso”.Depois, mencionou a possibilidade de alterar a Constituição aprovada em 2014 que estabelece um sistema híbrido, nem presidencial nem parlamentar, que gera conflitos entre os dois poderes.