CoronavirusMundoNotícias

Madri e Barcelona poderão reabrir terraços, hotéis e museus na próxima segunda

Com restrições de capacidade rigorosas, Madri e Barcelona poderão reabrir terraços de bares, museus e hotéis, como já havia feito metade do país há duas semanas, anunciou o governo espanhol nesta sexta-feira (22). Cerca de 22 milhões de espanhóis também serão beneficiados com a reabertura, em suas respectivas províncias, de praias, piscinas e até teatros.

Em todos os casos, a reabertura será feita com restrições de capacidade para continuar o controle da pandemia do novo coronavírus, que causou até o momento por volta de 28.000 mortes na Espanha.

Após um conselho de ministros extraordinário, o Executivo anunciou a transferência de Madri e Barcelona, as duas maiores cidades do país, para a chamada Fase 1, duas semanas depois de metade da Espanha. Ambas as áreas foram as mais castigadas pela epidemia no país.

Graças à Fase 1, bares e restaurantes poderão reabrir seus terraços ao ar livre, desde que tenham uma ocupação limitada de 50% das mesas, nas quais até dez pessoas poderão se reunir.

Museus também poderão reabrir – com capacidade reduzida a um terço – e hotéis, embora as áreas comuns dos mesmos, como piscinas, academias e salões de jogos ainda permaneçam fechadas para prevenir riscos de contágio.

Nesta semana, tanto em Madri quanto em Barcelona, alguns pequenos comércios começaram a reabrir. Com a fase 1, a expectativa é de aumento nesse movimento, já que poderão voltar a funcionar locais de até 400 m2, com 30% da capacidade.

Habitantes de ambas as cidades poderão se deslocar para municípios próximos, embora “no momento não esteja permitida a circulação entre províncias”, esclareceu o ministro da Saúde, Salvador Illa, em coletiva de imprensa.

Outras regiões do país, como as ilhas de Mallorca, Ibiza, Tenerife e Gran Canaria, avançaram para a Fase 2, o que significa que reabrirão piscinas (com turnos estabelecidos e ocupação máxima de 30%), assim como as praias, mantendo uma distância de pelo menos dois metros entre pessoas, ou grupos.

A fase 2 inclui a reabertura de cinemas, teatros e auditórios, assim como de áreas comuns de hotéis, todos com um terço da capacidade.

Da mesma forma, centros comerciais poderão reabrir, com 40% do público.

Como parte do dispositivo contra o coronavírus, a Espanha está em estado de emergência pelo menos até 6 de junho.

“Ainda resta uma pequena parte, e precisamos ter disciplina social”, afirmou a porta-voz do governo, María Jesús Montero.

Desde quinta-feira (21), foi declarado obrigatório o uso de máscara em espaços abertos e fechados, incluindo as lojas, sempre que não for possível garantir a distância de segurança de dois metros.

Foto: Reprodução

Tags
Exibir Mais

Brenda Bezerra

Estudante de publicidade e propaganda, produtora de moda e criadora de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar