Cesarea (Israel) (AFP) – Israel revelou nesta terça-feira (19) uma espada descoberta por um mergulhador perto do litoral no noroeste do país, que se acredita ter 900 anos e pertencido a um cruzado.Shlomi Katzin, um mergulhador israelense, descobriu no sábado (16) em Cesarea, no noroeste do país, uma espada de um metro de comprimento com uma empunhadura de 30 centímetros completamente coberta de corais e conchas, mas “em perfeito estado”, anunciou a Autoridade de Antiguidades de Israel (AIA, na sigla em inglês).A espada é “um achado raro e magnífico que, segundo todos os indícios, pertenceu a um cavaleiro cruzado”, assinalou em comunicado um dirigente da AIA, Nir Distelfeld. “É fascinante ver um objeto assim, que nos transporta 900 anos no tempo, para outra era com cavaleiros, armaduras e espadas”.O objeto foi encontrado em um local onde as correntes submarinas removem areia, o que permitiu sua descoberta, afirmou Kobi Sharvit, chefe de arqueologia submarina da AIA.A espada foi entregue ao Departamento de Tesouros Nacionais e será exibida ao público assim que for limpa e estudada, declarou o diretor da AIA, Eli Escosido.