Boechat na bancada no Jornal da Band - Divulgação / TV Bandeirantes

Em 11 de fevereiro de 2019, o jornalista Ricardo Boechat morreu quando o helicóptero que o transportava caiu sobre um caminhão no quilômetro 7 do Rodoanel, trecho que liga a estrada com a rodovia Anhanguera, em São Paulo.  Aos 2 anos da morte do apresentador que deixou todo um legado para o jornalismo brasileiro, parentes e amigos prestaram homagens. 

Além de Ricardo Boechat, o piloto Ronaldo Quatrucci também morreu no acidente. Eles eram os únicos dentro do veículo. Já o motorista do caminhão foi socorrido. O jornalista voltava para São Paulo depois de dar uma palestra em Campinas.

A informação sobre a morte de Boechat foi confirmada ao vivo pelo apresentador José Luiz Datena. “Com profundo pesar desses quase 50 anos de jornalismo, cabe a mim informar a vocês que o jornalista Ricardo Boechat, pai de família, companheiro, o maior âncora do jornalismo da TV brasileira, morreu hoje em um acidente de helicóptero no Rodoanel em São Paulo”.

O legado

Vencedor de três Prêmios Esso de Jornalismo — um pelo Estadão e dois por sua coluna no O Globo — e recordista do prêmio Comunique-se, Boechat já tinha o prestígio reconhecido antes da partida; em 2014 e 2015, foi eleito o jornalista mais admirado do Brasil ao lado de Miriam Leitão pela Maxpress e J&Cia.

Foi comentarista político e econômico do Bom Dia Brasil da TV Globo entre 1997 e 2001, além de se tornar âncora quando foi contratado para a BandNews FM. Em 2006, se tornou apresentador fixo do principal jornal da TV Bandeirantes — cargo que ocupou até o último dia de vida.

Homenagens

Na madrugada da última quinta-feira, 11, Veruska Boechat, viúva do jornalista, usou suas redes sociais para fazer uma homenagem sobre os dois anos da morte do marido.

“Dois anos sem a melhor pessoa dentre todas as pessoas, a que mais trabalho me dava, com quem mais cresci, a quem mais precisei ensinar, a mais corajosa, de quem mais cuidei, a que mais me paparicou, com quem mais bati de frente, por quem tanto amor sinto”, declarou ao divulgar uma série de fotos e vídeos sobre sua família. Os dois tiveram duas filhas.

Reprodução / Instagram

A apresentadora da Bandeirantes Renata Fan também b=usou as redes sociais para homenagear o “eterno amigo” Em vídeo com depoimentos e fotos ao lado de Boechat, a emocionada Renata não escondeu a saudade do colega a amigo.

“Se eu pudesse eliminar um dia do meu calendário, seria hoje. O Brasil inteiro está assim. Muita saudade hoje e sempre”, disse Renata em vídeo publicado em seu Instagram. “O meu celular produziu este vídeo de lembrança do dia 11/02. Fiquei emocionada e com o coração apertado pelo colega e amigo eterno Ricardo Boechat! Sempre contigo Veruska Seibel Boechat”, escreveu a apresentadora na postagem.

Reprodução / Instagram

Com informações de Aventuras na História e UOL