NacionalNotícias

Governo Federal destinou cerca de R$ 25 milhões para as obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC)

Na manhã desta quarta-feira (13) a Secretaria de Recursos Hídricos do Estado (SRH), encarregada pelo projeto Cinturão das Águas do Ceará (CAC), confirmou o recebimento do valor de R$ 24.983.154,51 para a maior obra hídrica do estado do Ceará. Somente este ano já foram destinados, ao todo,  R$ 52,2 milhões para o desenvolvimento dos serviços. O dinheiro deve ser usado para o avanço do “eixo emergencial”, que tornará possível levar a água do Rio São Francisco até o Açude Castanhão, como também no pagamento de pendências relacionadas as construtoras.

Em outubro, haviam sido enviados para o avanço do CAC cerca de R$ 16,6 milhões, apesar disso, todo o recurso foi usado para pagar dívidas. A SRH espera receber, ainda em 2019, um auxilio de R$ 120 milhões do Governo Federal.

Há três semanas, em entrevista ao jornal Diário do Nordeste, Francisco José Coelho Teixeira, titular da SRH, confirmou a existência de pendências de aproximadamente R$ 20 milhões. “A gente tá tentando só complementar alguns serviços essenciais”, afirmou o secretário.

Atualmente, a prioridade da SRH é a conclusão das obras de proteção do chamado “eixo emergencial”, o qual possui em torno de 53 quilômetros de extensão, sendo responsável por levar a água do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf) até o Açude Castanhão, que abastece a Região Metropolitana de Fortaleza. Os recursos hídricos do Rio São Francisco serão captados na Barragem de Jati e de lá seguirá, por gravidade, até Missão Velha, onde será encaminhado ao Riacho Seco, logo após irá para o Rio Salgado até desaguar no Rio Jaguaribe, onde cairá no maior reservatório do Estado.

Rio São Francisco

O “Velho Chico” é peça fundamental para evitar uma possível escassez de água na Região Metropolitana de Fortaleza, o Eixo Norte do Pisf alcança 97,05% de execução física. Para o primeiro trimestre do próximo ano, a expectativa é que a água já esteja disponível no Reservatório Jati para o Cinturão das Águas do Ceará, beneficiando cerca de 4,5 milhões de pessoas.

Fonte: Diário do Nordeste
Foto: Pixabay

Tags
Exibir Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar