Geraldo Alckmin deixa o PSDB após 33 anos no partido | Foto: Reprodução

O ex-governador Geraldo Alckmin anunciou, nesta quarta-feira (15), sua saída do PSDB, partido do qual foi um dos fundadores, há 33 anos.

Em sua rede social, Alckmin fala sobre “mudanças” e que chegou a “hora de traçar um novo caminho”. Ele governou São Paulo quatro vezes. Em 2006 e 2018, foi e já foi candidato à Presidência da República.

“É um novo tempo! É tempo de mudança! Nesses mais de 33 anos e meio de trajetória no PSDB procurei dar o melhor de mim. Um soldado sempre pronto para combater o bom combate com entusiasmo e lealdade. Agora, chegou a hora da despedida. Hora de traçar um novo caminho”, afirmou no Twitter.

Na movimentação política dos partidos para as eleições de 2022, a filiação de Geraldo Alckmin ao PSB é considerada quase certa, e ele próprio admitiu a possibilidade de ser candidato a vice-presidente na chapa de Lula, do PT.