Fortaleza vai debater se mantém vacinação de adolescentes sem comorbidades | Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou nesta quinta-feira (16) que vai estudar se mantém a imunização de adolescentes entre 12 a 17 anos sem comorbidades. O debate sobre o assunto ocorre após o Ministério da Saúde voltar atrás sobre a vacinação dess grupo. A análise será feita com membros da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), e a decisão será anunciada pelo órgão.

O Ministério da Saúde publicou uma nota informativa nesta quarta-feira (15) em que muda de opinião sobre a vacinação desses adolescentes. Agora, a orientação do ministério é que não seja feita a vacinação deste grupo.

A vacinação de adolescentes deve ficar restrita a três perfis específicos: aqueles com deficiência permanente, com comorbidades ou que estejam privados de liberdade.