A edição deste ano do festival de música Coachella, na Califórnia, foi cancelada, informaram as autoridades nesta quarta-feira (10).

O evento, que acontece em Indio, Califórnia, estava previsto para abril e depois foi adiado para outubro, quando o vírus se espalhou pelos Estados Unidos.

Rage Against the Machine, Travis Scott e Frank Ocean estavam entre os artistas que subiriam no palco montado no deserto.

Preocupado com um possível ressurgimento do vírus no outono (no hemisfério norte), o agente de saúde pública de Riverside County, Cameron Kaiser, decidiu cancelar o Festival de Música e Artes Coachella Valley e o Festival de Música Country Stagecoach.

“Estou preocupado com as indicações de que a COVID-19 pode piorar no outono”, disse Kaiser.

“Além disso, eventos como Coachella e Stagecoach entrariam no Estágio 4 definido pelo governador (Gavin) Newsom, que afirmou anteriormente que exigiria a existência de tratamento ou vacina”, afirmou.

“Dadas as circunstâncias e o potencial projetado, eu não me sentiria confortável em seguir em frente”, acrescentou.

Kaiser declarou que estava ciente de que sua decisão afetaria muitas pessoas, mas enfatizou que sua prioridade era proteger a saúde da comunidade.

O festival Coachella é um dos muitos eventos de destaque, incluindo o South by Southwest e o Ultra Music Festival, que foram cancelados devido à pandemia.

Foto: Reprodução/AFP