Miami (AFP) – A polícia e parentes de Brian Laundrie, desaparecido há semanas após a morte de sua namorada, a influenciadora Gabby Petito, encontraram alguns de seus pertences perto de sua casa na Flórida, disseram o advogado da família e o FBI nesta quarta-feira (20).Laundrie e Petito deixaram Nova York em julho para viajar de carro pelo oeste dos Estados Unidos por quatro meses. Mas em 1º de setembro, Laundrie voltou sozinho para casa de sua família em North Port, onde o casal morava.A família de Petito relatou seu desaparecimento em 11 de setembro, alegando que não a viam desde o final de agosto. O caso atraiu enorme atenção da mídia, impulsionada pela descoberta de seu corpo em Wyoming, em 19 de setembro, e o anúncio de que ela morreu por estrangulamento.Laundrie, de 23 anos, foi declarado uma “pessoa de interesse” no caso. O jovem se recusou a cooperar com a polícia e desapareceu voluntariamente.Os pais de Laundrie e a polícia se encontraram na quarta-feira de manhã para tentar localizar o jovem em uma reserva pantanosa para onde ele teria fugido, explicou o advogado da família, Steven Bertolino, em um comunicado.Depois de uma “breve busca” perto de uma trilha que Brian Laundrie costumava frequentar, policiais e familiares encontraram “alguns de seus pertences”, disse o advogado. A polícia está inspecionando o resto da área, segundo a mesma fonte.O escritório do FBI em Tampa, no norte da Flórida, confirmou no Twitter a descoberta de “artigos de interesse” relacionados à busca por Laundrie.Um vídeo divulgado pela polícia em Moab, uma pequena cidade em Utah, levantou suspeitas em torno de Laundrie. Nas imagens, Petito, de 22 anos, aparece chorando em um carro, depois que a polícia atendeu uma denúncia de violência doméstica envolvendo o casal, em 12 de agosto.