E-Correção plataforma cearense apoia projeto voltado à educação que abriu 100 vagas para jovens de escolas públicas | Foto: Divulgação

A plataforma cearense E-Correção faz parceria com RedSocial, que está com 100 vagas abertas para estudantes de escolas públicas. O objetivo é contemplá-los com bolsas de estudo.

O projeto é liderado pelo professor José Carllos. “Todos os estudantes de escolas públicas do Brasil podem participar, independente do Estado”, destaca o docente.

Para ter acesso às bolsas, o estudante deverá participar de processo seletivo. [É importante observar o regulamento no Instagram da RedSocial e fazer a inscrição.

“Será feita uma análise dos vídeos de inscrição, a partir do roteiro exigido. A partir daí, faremos a avaliação”, adianta o mestre.

O E-Correção

Fundada pelos empreendedores cearenses Claudemir de Sousa e Leonardo Marques, a plataforma E-Correção já atende cerca de 50 clientes, entre escolas e professores, e mais de 10.000 alunos.

De acordo com os sócios, cerca de 25.000 redações já foram corrigidas na plataforma, desde fevereiro, quando foi lançada.