Foto/Reprodução: Internet

A atração Jungle Cruise nos parques temáticos da Disney localizados na Califórnia e na Flórida, será restaurada a fim de retirar o que a empresa chamou de “representações negativas” de algumas culturas.

Na última segunda-feira, 25 de janeiro, a Disney afirmou que a atração de barco será atualizada para “refletir e valorizar a diversidade do mundo ao nosso redor”.

Críticos imputam o Jungle Cruise, lançado em 1955, de ter conotações racistas em sua descrição de alguns personagens não ocidentais como selvagens e canibais. A atração atualizada terá novas cenas e um novo enredo, informou a Disney. Não foi divulgada nenhuma data para o lançamento, mas a Disney afirmou que as mudanças pertencem ao próximo filme “Jungle Cruise”, estrelado por Dwayne Johnson, que deve estrear em julho.

“Esta não é uma nova perspectiva de toda a atração. É o Jungle Cruise que vocês conhecem e amam, com os capitães ainda liderando o trajeto e, ao mesmo tempo, estamos abordando as representações negativas de ‘nativos'”, contou Chris Beatty, executivo da Walt Disney Imagineering.

As mudanças seguem uma avaliação cultural nos Estados Unidos sobre o racismo sistêmico que ocasionou a revisões de vários programas de televisão e filmes.