CPI da Pandemia - Foto: Reprodução

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia ouve nesta quinta-feira (7) o médico Walter Correa de Souza Neto, que trabalhou para a Prevent Senior, e o advogado Tadeu Frederico Andrade, paciente da operadora de plano de saúde. Este é o último depoimento da Comissão.

A Prevent Senior é acusada de ocultar mortes de pacientes por Covid-19 e de pressionar médicos a prescreverem remédios ineficazes contra a doença. O plano de saúde também é suspeito de participar de um “gabinete paralelo” do Palácio do Planalto, que, para a CPI, orientava o presidente Jair Bolsonaro sobre condutas durante a pandemia.

A sessão desta quinta-feira (7) deve ser a última reunião da comissão para tomada de depoimentos antes do encerramento dos trabalhos, previsto para o próximo dia 20.

Walter Correa e Tadeu Frederico Andrade prestaram depoimentos na condição de testemunhas. O ex-médico da Prevent obteve nesta quarta-feira (6), no Supremo Tribunal Federal (STF), o direito a ficar em silêncio e não responder a perguntas que possam incriminá-lo ou interferir no sigilo profissional.

Confira: