Foto: Reprodução Senado

Na CPI da Pandemia desta quinta-feira (17), o auditor do Tribunal de Contas da União (TCU), Alexandre Figueiredo Marques, irá prestar depoimento. O auditor é acusado de ser o autor de falsos relatórios usados pelo presidente Jair Bolsonaro sobre as mortes causadas pela Covid-19.

No entanto, foi concebido ao Alexandre pelo STF o direito a permanecer calado durante o depoimento, entretanto, se escolher responder algum questionamento até que mantenha o compromisso de falar a verdade.

O depoimento de Carlos Wizard também está marcado para esta quinta, mas seus advogados afirmam que ele está nos EUA. O empresário também obteve no Supremo o direito de ficar em silêncio.

Falso relatório

Os senadores devem questionar Alexandre Figueiredo Marques sobre o relatório falso. Após o presidente ter citado o estudo paralelo, o TCU desmentiu o mesmo, afirmando que o documento não era da Corte. Um dia depois, o tribunal reforçou que o relatório falso refletia somente a “análise pessoal” do servidor.

Devido ao acontecimento, Alexandre Figueiredo foi afastado de suas funções, e o TCU pediu à Polícia Federal que investigasse o caso.