Marcelo Queiroga em CPI da Pandemia - Foto: Reprodução

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia aprovou no início da tarde desta terça-feira (5) um pedido para que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, responda uma série de perguntas em até 48 horas. Os senadores querem detalhes sobre o Programa Nacional de Imunização do ano que vem e a aplicação de vacinas para o fim deste ano, entre outras informações.

Os senadores chegaram a cogitar uma terceira convocação de Marcelo Queiroga há algumas semanas, quando o Ministério da Saúde sugeriu a suspensão da vacinação de adolescentes, mas com o diagnóstico de Covid-19 do ministro, a ideia foi abandonada.

Além de pedirem informações sobre o plano vacinal para o ano que vem, os senadores querem detalhes sobre o programa de acompanhamento epidemiológico, a composição da equipe técnica responsável por acompanhar e formular políticas públicas para combate à pandemia, a indicação do estoque e do planejamento de vacinas para o fim deste ano, tendo em vista a imunização de adolescentes e a terceira doses para idosos.

O ministro da Saúde retornou ao Brasil nesta segunda-feira (4), depois de passar duas semanas em isolamento em Nova York, por ter sido diagnosticado com Covid-19. Queiroga estava em quarentena desde 21 de setembro, dia em que a comitiva presidencial embarcou de volta para o Brasil, após participar da 76ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas.

ASSISTA: