Música

Show “Esquina do Brasil”, Fausto Nilo

Em comemoração aos 20 anos do Centro Dragão do Mar e homenageando Chico da Matilde, acontece no sábado (27), às 20h, o show do compositor cearense Fausto Nilo. “Esquina do Brasil” traz  as canções “Dorothy Lamour”, “Meninas do Brasil”, “Pão e Poesia” e “Pedras que Cantam”. Além de artista,  Fausto Nilo é arquiteto e desenhou, junto do amigo Delberg Ponce de Leon, os famosos contornos do centro cultural.

Show de Fausto Nilo e homenagem a Chico da Matilde, no dia 27 de abril, dá início a uma série de ações comemorativas que serão realizadas ao longo do ano, sob o tema “Dragão da Liberdade – 20 anos de arte e conhecimento”.

SERVIÇO
Show “Esquina do Brasil”, Fausto Nilo
Quando: dia 27 de abril de 2019 (sábado)
Hora: a partir das 20h
Onde: no Teatro e Arena Dragão (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)
Acesso gratuito, com retirada de ingresso (1 por pessoa) na bilheteria do Teatro, a partir das 19h.
Classificação etária: Livre

Concerto Orquestra Contemporânea Brasileira

A Série Concertos no Ceará, do Cineteatro São Luiz, traz a Orquestra Contemporânea Brasileira (OCB) no domingo (28), às 10h30. O segundo concerto da temporada apresenta músicas que marcaram o repertório das orquestras de cordas, incluindo obras de Vivaldi, Corelli, Mozart e Bach, além de clássicos da música popular brasileira e internacional.

O concerto conta com 35 músicos, entre instrumentistas de cordas, sopros e percussão, combinando música erudita com a música popular, uma das principais características da Orquestra.

SERVIÇO
Concerto Orquestra Contemporânea Brasileira
Quando:  28 de abril de 2019 (domingo)
Hora:  10h30
Onde: Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro) – Palco do Cineteatro
Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia) – à venda na bilheteria  (de terça a sábado, das 10h às 18h30) e no site da Tudus.
Classificação etária: Livre
Duração: 60 min

Teatro

Mostra Pavilhão da Magnólia – 14 anos, com Espetáculo “Maquinista”

O espetáculo é baseado na  história real de um “ator” que entrou para o bando de Lampião após enganar toda uma cidade. Ambientado no ano de 1926, o inteligente Antônio Mesquita promove um espetáculo de teatro na cidade de Floresta, Pernambuco. Mas, após recolher o dinheiro dos ingressos desaparece na hora da abertura do espetáculo. Jurado de morte pela população, dias depois se alista no bando de Lampião.

SERVIÇO
Mostra Pavilhão da Magnólia – 14 anos, com Espetáculo “Maquinista”
Quando:  26 e 28 de abril de 2019
Hora:  20h
Onde: Teatro Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)
Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia)
Classificação etária: 14 anos.

Espetáculo Nossos Mortos, Teatro Máquina


A peça traz a tragédia de Sófocles, Antígona, articulada às histórias reais dos massacres a movimentos populares, especialmente o Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, em Crato, no Ceará. Aborda o massacre real e o mito grego. O espetáculo, através da criação musical e pesquisa vocal, cria ambientes sonoros e visuais para falar do luto dos que ainda hoje não tiveram as mortes de seus parentes devidamente apuradas.

SERVIÇO
Espetáculo Nossos Mortos, Teatro Máquina
Quando:   26, 27 e 28 de abril
Hora:  Sexta e Sábado às 20h; Domingo às 19h
Onde: Caixa Cultural Fortaleza (Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema)
Ingressos: 20 (inteira) e 10 (meia)
Classificação etária: 12 anos
Duração: 60 minutos

Exposição


Terra em Transe – Fotofestival Solar

Com curadoria do pernambucano Diógenes Moura, a exposição do Fotofestival Solar traz  53 fotografias de diferentes escolas e estilos para fazer um panorama da história do Brasil.  É possível encontrar imagens de Marlene Bérgamo, Juca Martins, Wagner Almeida e Uanderson Fernandes dentre  outros fotógrafos. A exposição encerra no dia 30 de abril.

SERVIÇO
Terra em Transe
Quando:   em cartaz até 30 de abril de 2019
Hora:  aos sábados e domingos, das 14h às 21h, com acesso até as 20h30.
Onde: Museu de Arte Contemporânea do Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81)
Classificação etária: Livre
Gratuito


J. Borges 80 Anos

Nesta exposição que homenageia J. Borges, considerado pelo dramaturgo Ariano Suassuna como o melhor gravador popular do Brasil, é possível conferir obras que retratam diversas fases da história do artista com os temas ‘No Tempo da Minha Infância’, ‘Na Minha Adolescência’, ‘Vendendo Bolas Dançando e Bebendo’, ‘Serviços do Campo’, ‘Cantando Cordel’, ‘Plantio de Algodão’, ‘A vida na Mata’, ‘Plantio e Corte de Cana’, ‘Forró Nordestino’, ‘Viagens a Trabalho e Negócios’.

A  mostra J. Borges 80 Anos traz uma coletânea de 40 xilogravuras, sendo 10 inéditas, com temas que retratam a trajetória de vida do artista J. Borges.

SERVIÇO
Exposição J. Borges 80 Anos
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema
Período de visitação: até 28 de abril de 2019
Horário: terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h
Classificação indicativa: Livre
Entrada gratuita

Foto: Divulgação/Luiz Alves