EsportesGeral

Comitê Paralímpico Brasileiro lança segundo módulo da plataforma Movimente-se

No segundo módulo do projeto de aulas on-line gratuita de exercícios físicos para pessoas com deficiência, vídeos exibem na íntegra a execução de cada exercício e contam com a participação de atletas medalhistas em Jogos Paralímpicos

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) lança nesta segunda-feira, 10, a primeira aula do segundo módulo do projeto Movimente-se, inédita plataforma de atividade física online e gratuita para pessoas com deficiência. O programa foi lançado em 1º de junho e já impactou mais de 200 mil pessoas pelo país.

A partir de agora, as aulas terão novo formato e diferentes objetivos nos exercícios voltados a cadeirantes, paralisados cerebrais, amputados e deficientes visuais que nunca praticaram atividade física ou que não possuem orientação profissional. No segundo módulo, serão vídeos com menor duração de tempo, porém, com a exibição na íntegra de cada exercício por sessão.

A prática das aulas também terá como novos propósitos o fortalecimento muscular e o treinamento de ganho de força. No módulo anterior, foram trabalhados outros estímulos, como equilíbrio e coordenação de movimentos.

“O Movimente-se adquiriu uma importância que vai além da melhora na qualidade de vida da pessoa com deficiência. A prática de atividade física traz autonomia, uma das missões deste Comitê no nosso trabalho diário”, afirma Mizael Conrado, bicampeão paralímpico de futebol de cinco (para cegos) em Atenas-2004 e Pequim-2008, e atual presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Todo o conteúdo do Movimente-se é ministrado pelos técnicos do CPB e atletas paralímpicos, que demonstrarão como realizar exatamente os movimentos dos exercícios. Cada aula consiste em aquecimento, exercício principal e volta à calma (relaxamento).

Na aula inaugural do segundo módulo, os atletas convidados para demonstrar os movimentos foram os velocistas Fabrício Ferreira (classe T12, para atletas com baixa visão) e Vinícius Rodrigues (classe T63, para amputados de perna), além da nadadora Maiara Barreto (classe S3, para atletas com limitações físico-motoras severas) e Mateus Evangelista, do salto em distância (classe T37, para paralisados cerebrais).

Em julho, o CPB anunciou parceria com o “Be My Eyes”, um aplicativo de origem dinamarquesa e que promove assistência de vídeo em tempo real para pessoas cegas ou com baixa visão durante os exercícios.

Para tirar dúvidas e/ou fazer sugestões, os participantes do projeto podem entrar em contato pelo e-mail [email protected].

 Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível
Os atletas Fabrício Ferreira e Mateus Evangelista são integrantes do Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível, programa de patrocínio individual da Loterias Caixa que beneficia 70 atletas e sete atletas-guia.

 Time São Paulo
O atleta Vinícius Rodrigues é integrante do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo que beneficia 61 atletas e dois atletas-guia de 11 modalidades.

 Foto: Reprodução

Tags
Exibir Mais

Brenda Bezerra

Estudante de publicidade e propaganda, produtora de moda e criadora de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar