Fred comemora um gol do Fluminense contra o Independiente Santa Fe na Copa Libertadores em partida disputada em Armênia, na Colômbia, no dia 28 de abril de 2021 | Foto: AFP

O Fluminense contou com um Fred inspirado nesta quarta-feira para vencer o Santa Fe por 2 a 1, na cidade de Armenia, na Colômbia, pela segunda rodada do Grupo D da Copa Libertadores-2021.

O veterano atacante marcou logo no começo da partida, aos 5 minutos, e voltou a balançar as redes no início do segundo tempo (46). O meia Daniel Giraldo diminuiu pouco depois para os ‘cardenales’ (51), que não puderam jogar no estádio El Campín, em Bogotá, devido à pandemia na capital colombiana, e tiveram que transferir a partida para o estádio Centenário, em Armenia.

O zagueiro Egídio do Fluminense foi expulso aos 70 minutos após receber o segundo cartão amarelo da noite.

O Fluminense está empatado com o líder River Plate. As duas equipes somam 4 pontos, embora o time argentino tenha uma vantagem devido ao melhor saldo de gols após vencer o Junior Barranquilla da Colômbia por 2 a 1 em casa no outro jogo da chave. Junior e Santa continuam sem pontuar.

Na próxima rodada o Santa Fe vai receber o River Plate enquanto que o Fluminense volta à Colômbia para jogar contra o Junior Barranquilla.

Golaço de Fred

Nem a mudança de local no último minuto, nem o aguaceiro que caiu no Centenário, conseguiram esfriar os motores de Fred, que já havia marcado um gol valioso que deu ao Fluminense o empate contra o River na primeira rodada.

Aos cinco minutos de jogo, o jovem Kayky avançou pela esquerda da zaga colombiana e cruzou rasteiro para Nené, que com um toque sutil de calcanhar deixou para Fred na área.

O veterano controlou com maestria com o pé direito e definiu de canhota abrindo o placar. Golaço do atacante de 37 anos.

Com a vantagem, o time carioca recuou e deixou a posse de bola com o Santa Fe, que demorou quase 15 minutos para reagir. Aos 19 minutos, o venezuelano Luis Seijas testou de pé esquerdo os reflexos do goleiro Marcos Felipe, que defendeu bem.

O Fluminense ficou com apenas 25% da posse de bola, mas satisfeito com o placar a seu favor. E ainda poderia ter aumentado quando Kayky chutou na trave aos 29 minutos.

Do outro lado os colombianos se movimentaram e cercaram o adversário, mas sem transformar esse domínio em gols.

Jogo mental

Os cariocas eram inferiores com a bola, mas intransponíveis em sua concentração.

Imediatamente após o intervalo, o lateral Egídio atirou se projetou pela ponta esquerda, pegando de surpresa uma defesa que parecia ter ficado no vestiário.

Mais uma vez, Fred se encarregou de desviar de cabeça o passe preciso de seu companheiro. Segundo gol da noite e terceiro em dois jogos na Libertadores-2021 para o capitão da equipe.

Desta vez, a reação dos ‘cardenales’ foi quase instantânea: aos 51 minutos, o zagueiro Jeisson Palacios decidiu mudar o roteiro e tentar a sorte com um passe longo. O meia Daniel Giraldo dominou e enganou o goleiro mandando para o fundo da rede e colocando o time da casa de volta ao jogo.

A sorte dos brasileiros parecia que iria mudar aos 70 minutos, quando o zagueiro Egídio recebeu seu segundo cartão amarelo da noite e foi expulso.

O Santa Fé aproveitou a superioridade numérica para avançar na  direção da meta de Marcos Felipe, mas seu único lance perigoso veio nos acréscimos após uma cobrança de escanteio. O goleiro brasileiro defendeu a cabeçada de Jorge Ramos e seus companheiros de equipe comemoraram efusivamente a defesa que garantiu os três pontos.

AFP