NacionalNotícias

Cidades brasileiras têm paralisações e protestos nesta sexta-feira

Mobilização foi convocada contra cortes na educação e a reforma da Previdência. Os 26 estados e o DF foram afetados; 19 capitais tiveram paralisação de ônibus.

Cidades brasileiras registram protestos e paralisações em serviços públicos desde a manhã desta sexta-feira (14). Trabalhadores cruzaram os braços contra os cortes do governo na educação e a reforma da Previdência. Os 26 estados e o DF foram afetados.

Ao longo da manhã, os efeitos da paralisação foram sentidos com a interrupção total ou parcial do transporte público. Das 27 capitais, 19 tiveram o sistema de ônibus afetado pela mobilização. Considerando outros modais, como trem e metrô, esse número chega a 21.

Outras oito capitais não tiveram interrupção no transporte coletivo por ônibus, mas sofreram com bloqueios de ruas ou estradas por manifestantes ou tiveram paralisação parcial no metrô — caso de São Paulo e Belo Horizonte, por exemplo.

Resumo:

  • Até as 16h, 177 cidades de 25 estados tinham registrado protesto.
  • Até as 16h, 111 cidades haviam registrado paralisação de serviços nos 26 estados e no DF.
  • No Rio, em São Paulo e em Foz do Iguaçu, a polícia usou bombas de gás para dispersar protestos — na capital paulista, policiais agiram após manifestantes atearem fogo em um carro; em Campina Grande (PB), um policial deu um tapa no rosto de um manifestante que barrava a entrada de funcionários em uma empresa.
  • No Rio Grande do Sul, um PM foi ferido.
  • Em SP, somente algumas linhas do metrô paralisaram, mas ônibus e trem circulavam normalmente; no Rio, o transporte público não foi afetado; as duas maiores capitais tiveram complicações no trânsito devido aos bloqueios feitos por manifestantes em vias importantes.
  • Em Salvador, ônibus foram atacados por pedras; em Belo Horizonte, uma mulher foi internada em estado grave após inalar fumaça de fogo em pneus num protesto e ter parada cardiorrespiratória.
  • Escolas e universidades amanheceram fechadas nos seguintes estados: Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Sergipe, Distrito Federal, Minas Gerais e Pará.
  • Serviços de banco também foram interrompidos, com grande número de bancários aderindo à paralisação em estados como Sergipe e Maranhão.
Fonte: G1
Foto: Reprodução
Tags
Exibir Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top button
Abrir Rádio
Fechar