Cearense CEO da Brisanet se torna um dos novos 40 bilionários do Brasil - Foto: Reprodução

Na última sexta-feira (27) a Forbes divulgou uma lista de quem são os 40 novos bilionários brasileiros no ano de 2021. Uma das personalidades presentes na lista foi o cearense do mercado de telecomunicações, José Roberto Nogueira, conhecido como CEO da Brisanet. A provedora que conquistou o Nordeste com oferta de banda larga via fibra óptica e outros serviços.

Quem são os 40 novos bilionários brasileiros no ranking 2021

A Forbes destaca a Brisanet como a fonte da fortuna do executivo e já a menciona como “maior provedora independente de internet e fibra óptica do país”. Atualmente, são 14,4 mil quilômetros de infraestrutura, com atendimento localizado no Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

José Roberto ocupa a 98ª posição do ranking e um patrimônio de R$ 4,80 bilhões, aos 56 anos. O dono da maior fortuna entre os brasileiros listados é Marcelo Rodolfo Hahn, fundador da Blau Farmacêutica. O empresário acumula um patrimônio de R$ 7,54 bilhões e ocupa a 67ª posição.

LUCRO DA BRISANET AUMENTA 22% NO 2º TRIMESTRE | Foto: Reprodução

A Blau Farmacêutica, responsável pelo impulso no nome de Hahn, estreou na Bolsa de Valores no mês de abril e já é considerada uma das maiores farmacêuticas da América Latina.

As empresas que fornecem tecnologia, serviços e produtos, como Intelbras, Multilaser, Dotz, Locaweb, Méliuz e Totvs também tiveram seus CEOs e fundadores incluídos na lista.

A única representante feminina na lista é Vera Rechulski Santo Domingo, com patrimônio de R$ 6 bilhões e um destaque na 84ª posição. A empresária tem o Grupo Santo Domingo como fonte de sua fortuna e controla 10% do holding de sua família sediado em Luxemburgo.

O mais curioso é o fato desses 40 novos bilionários conseguirem emergir em meio ao segundo ano de crise de pandemia. 

LUCRO DA BRISANET AUMENTA 22% NO 2º TRIMESTRE

A Brisanet divulgou no dia 16 de agosto, seus resultados financeiros do segundo trimestre. A operadora registrou lucro líquido de R$ 14,5 milhões, um aumento de 22% em relação ao mesmo período do ano passado. O EBITDA – lucro antes de amortizações e depreciações – caiu, no entanto, 10%, para R$ 44,1 milhões.

Em compensação, a receita bruta da empresa cresceu forte. Saltou 63,4%, para R$ 197,1 milhões, o que mostra o resultado da expansão da rede. Mais de 90% da receita bruta da Companhia vem de serviços de banda larga fixa por meio de fibra óptica.

Ao longo de 2021, a Brisanet adicionou 385 mil portas com expansão para 8 novas cidades, sendo duas delas capitais, e manteve o crescimento em áreas onde já estava presente. A empresa fechou julho de 2021 com mais de 754 mil assinantes e a sua rede de franquias, Agility Telecom, contabilizou cerca de 154 mil assinantes no mesmo período. Com início das operações da Brisanet em Teresina (PI), e com ativação de clientes em Aracaju prevista para setembro, a Companhia estará presente, nos próximos meses, em 7 dos 9 estados da região Nordeste.