Camilo estuda cobrar “passaporte de vacinas” para que as pessoas possam participar de eventos | Foto: Reprodução

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) usou as redes sociais, nesta sexta-feira (10), para informar que o comitê de enfrentamento à pandemia, o qual ele preside, estuda implementar o “passaporte de vacinas” para pessoas poderem participar de eventos e serviços com aglomeração. Seria um documento para provar que todos que estão no local estariam imunizados.

“Realizamos há pouco a reunião semanal do comitê de enfrentamento à pandemia, que envolve Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Prefeitura de Fortaleza e especialistas em saúde. Os números da Covid seguem em queda em todo o Ceará, e a vacinação continua avançando no estado. Cerca de 50% dos municípios já estão vacinando adolescentes entre 12 e 17 anos”, escreveu o governador.

O chefe estadual concluiu: “Discutimos, ainda, a implementação do passaporte de vacinas para acesso a serviços e eventos. A imunização em massa de nossa população é a única forma de superarmos de vez essa pandemia”.