CulturaNotícias

Brinquedos Lego trocam bolsas de plástico pelas de papel

Por razões ambientais, a fabricante de brinquedos dinamarquesa Lego anunciou, nesta terça-feira, que está eliminando as bolsas de plástico e substituindo-as por outras de papel, como parte de um grande plano para alcançar a neutralidade do carbono em suas operações manufatureiras para o final de 2022.

“Estamos tentando reduzir o impacto ambiental da fabricação das peças Lego: desperdício zero para 2025, redução de 10% do consumo de água (…), introdução de nossas bolsas em papel”, disse à AFP Tim Brooks, vice-presidente do grupo, encarregado pelo desenvolvimento sustentável.

Para alcançar este objetivo, a Lego -uma contração da expressão dinamarquesa ‘Leg godt’ (“jogue bem”)- prevê um investimento de 400 milhões de dólares (cerca de 338 milhões de euros).

De acordo com este plano de investimento, todas as embalagens – que o Lego já reduziu o tamanho, o que permite reduzir custos de transporte – serão fabricadas com materiais renováveis ou reciclados até 2025.

“Recebemos milhares de cartas por ano e muitas delas falam sobre o plástico e o meio ambiente (…), as crianças fazem desenhos e trazem exemplos de como gostariam que fossem as embalagens”, comenta Brooks.

A partir de 2021, as tradicionais bolsas de plástico que envolvem as peças serão progressivamente substituídas por bolsas de papel reciclável.

Foto: Reprodução

Tags
Exibir Mais

Brenda Bezerra

Estudante de publicidade e propaganda, produtora de moda e criadora de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar