CoronavirusDestaqueNacionalNotícias

Brasileiros em dúvida sobre eficácia da cloroquina

A cloroquina não é uma unanimidade entre os cientistas e nem entre os brasileiros. Nas ruas do Rio de Janeiro, muitos cidadãos ficam em dúvida em relação ao medicamento que foi recomendado pelo ministério da Saúde para o tratamento contra o novo coronavírus. Há quem defenda o uso da substância.

“Eu sou um exemplo vivo, eu tomei (a cloroquina) e melhorei. Agora eu acho que deve ser dado em parte ambulatorial.”, aponta Alexandre Mage, Empresário.

Mas outras pessoas acreditam que precisa haver mais pesquisa sobre o medicamento.

“Eu acho que falta estudo, eu acho que falta estudo sobre remédio aqui no Brasil e nos outros países. Tem de provar então acho que seria necessário um estudo melhor.”, diz Gian Lucas, Psicólogo.

Emmanuel dos Santos, Trabalhor da construção afirma que “A gente se preocupa com a populaçao em geral, não é só com a situação no país porque a situação é crítica faz muito tempo. A situação da saúde é cada vez pior principalmente com esse problema do corona.”

O Ministério da Saúde estendeu na quarta-feira (20) a recomendação do uso da cloroquina e da hidroxicloroquina em pacientes com sintomas leves do novo coronavírus.

Os medicamentos devem ser combinados com o antibiótico azitromicina, atendendo a um apelo do presidente Jair Bolsonaro.

A eficácia da cloroquina contra o novo coronavírus gera polêmica na comunidade mundial. O medicamento é usado para tratar outras doenças, como a malária.

Foto: AFP

Exibir Mais

Edinaele Santos

Jornalista e Produtora, 22. Além de registrar fatos, o jornalismo escreve histórias que serão contadas por gerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar