Com os resultados do último domingo (4), o Brasil assumiu o segundo lugar no quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Com sete ouros, mais três pratas e sete bronzes. 

Os Estados Unidos permanecem em primeiro lugar, com 54 medalhas de ouro. O Brasil chegou ao lugar mais alto do pódio com Chloé Calmon no longboard, Ana Marcela Cunha na maratona aquática e João Menezes no tênis. 

Apesar desses bons resultados, o destaque ficou por conta da canoagem, com duas medalhas de ouro para Ana Sátila (C1 e Extreme) e outras duas para “Pepê” Gonçalves (K1 e Extreme). 

O Brasil possui agora 22 medalhas de ouro, 16 de prata e 35 de bronze. O terceiro colocado é o México, com 20 de ouro, 15 de prata e 35 de bronze, seguido de Canadá (19 de ouro, 36 de prata e 24 de bronze) e Colômbia fechando o top 5 (16 de ouro, 12 de prata e 15 de bronze). 

Esta foi a data mais vitoriosa do esporte brasileiro nas últimas duas edições do Pan. Em Toronto-2015, dois dias chegaram a render seis ouros, na primeira semana de Lima-2019, a maior marca era de cinco conquistas.

Fonte: O Povo
Foto: Reprodução