Boca vence Santos (2-0) em casa pelo Grupo C da Libertadores | Foto: AFP

O argentino Boca Juniors venceu o Santos por 2 a 0 pela segunda rodada do Grupo C da Copa Libertadores-2021, disputada nesta terça-feira, no estádio de La Bombonera, em Buenos Aires.

Carlos Tevez (46) e o colombiano Sebastián Villa (69) marcaram os gols da vitória do time ‘auriazul’, que conquistou a segunda vitória em duas rodadas no torneio, e afundou o ‘Peixe’, que sofreu duas derrotas em duas partidas.

O Boca lidera o Grupo C com 6 pontos, seguido pelo equatoriano Barcelona (3), que nesta quarta-feira recebe o boliviano The Strongest, também sem pontos assim como o Santos.

Na terceira rodada, o Santos vai receber o The Strongest em 4 de maio e, no mesmo dia, o Boca visita o Barcelona em Guayaquil.

Equilíbrio

O Santos, que veio para esta partida sem técnico titular após a renúncia do argentino Ariel Holan, mostrou uma proposta interessante nos primeiros minutos, partindo de uma forte pressão, com seus dois laterais fechando os espaços para o time da casa, e com seus atacantes procurando um erro na saída dos zagueiros.

Embora o Santos não tenha conseguido criar uma situação clara de perigo, o Boca demorou muito para sair dessa pressão, e encontrou brechas para a velocidade de Cristian Pavón, que tinha espaço para explorar atrás de Gabriel Pirani e Felipe Jonatan.

Kaiky, muito sólido na zaga santista, travou Tevez quando o veterano chegava sozinho pelo meio, e Villa fez João Paulo mostrar serviço após um chute cruzado de direita que tinha endereço certo.

O time da casa evoluía aos poucos e quase abriu o placar no fim do primeiro tempo em uma escapada de Pavón, que avançou sozinho pela direita, e teve tempo e espaço para disparar um chute que João Paulo defendeu e em seguida Medina não conseguiu aproveitar o rebote.

Gols de Tévez e Villa

A partida teve uma reviravolta no início do segundo tempo, já que o Boca imediatamente encontrou o caminho do gol, em um escanteio que Lisandro López desviou de cabeça da primeira para a segunda trave, onde Tévez entrou e mandou para o fundo da rede.

O gol do time argentino foi um duro golpe para o Santos, que não se recuperou e, embora tenha avançado em busca do empate, teve muita dificuldade de chegar com perigo.

Já o Boca se sentiu à vontade com a vantagem, encontrou um campo imenso para explorar o contra-ataque e no meio do segundo tempo fez 2 a 0. O gol nasceu em um contra-ataque puxado por Tévez que tocou para Villa, que avançou em velocidade pela esquerda e chutou na saída de João Paulo.

Assim, o Boca se vingou da derrota para o Santos nas semifinais em janeiro passado, e com um desempenho que foi melhorando, deu uma grande arrancada na Libertadores, seu grande objetivo da temporada.

Já o Santos voltou a tropeçar e não mostrou um poder de reação, no momento em que está imerso em uma crise de confiança e rendimento. O time paulista se complicou ao perder seus dois primeiros jogos na Libertadores e agora não tem quase nenhuma margem de erro para o restante da competição.