Foto: Divulgação

A peça “O Prazer é Todo Nosso” vai prorrogar a sua temporada online no Teatro PetraGold. Em todos os sábados de maio, dias 1, 8, 15, 22 e 29, sempre às 18h, a atriz Juliana Martins apresentará o seu monólogo sobre sexo e liberdade da mulher, sob a direção de Bel Kutner, com texto de Beto Brown.

O espetáculo mostra uma mulher sozinha em cena contando, com naturalidade e humor, suas experiências sexuais. São confissões pessoais intercaladas com experiências de outras mulheres, relacionando com as conquistas da liberdade e emancipação feminina.

Narrado com ironia e sinceridade, o espetáculo é inspirado na vida real da atriz. Casada por 19 anos, dos 20 aos 39 anos, Juliana conta que depois que se separou, buscou viver intensamente sua liberdade sexual. “É muito importante viver tudo isso sem ser julgada como má profissional, mãe ou filha. Entendi que uma pessoa bem resolvida sexualmente é mais feliz e resolvi viver o sexo sem culpa nem pecado”, afirma.

As histórias são entremeadas por reflexões sobre o papel feminino na sociedade, o machismo presente em diversas esferas, histórias de abuso, e sobre o direito da mulher de ter relacionamentos focados na descoberta do prazer. “Entre namoros e solteirices conheci muitos homens, me diverti e me apaixonei por quase todos eles, nem que fosse por apenas um dia. Ou por uma noite. E eu contava as peripécias para os amigos, que além de se divertirem, se surpreendiam tanto quanto eu com essa minha nova liberdade”.

As recentes conquistas de empoderamento feminino deram força ao projeto. “Na busca de um texto que falasse do universo feminino, percebi que de dois anos para cá esse universo mudou muito. Mudou nossa posição na sociedade. Mudou nosso entendimento sobre nós mesmas. Mudou nosso domínio sobre nosso corpo. Mudou nossa relação com outras mulheres – entendemos a sororidade, viramos parceiras. Ganhamos força. Resolvi falar sobre nossa evolução. Mulheres donas das suas vontades e desejos”, arremata a atriz.

Para a diretora Bel Kutner, “está sendo muito divertido e muito bom poder falar de assuntos femininos, de falar de liberdade e sexo, de uma maneira leve, despretensiosa, delicada”, conta. “As mulheres estão aprendendo a serem felizes de suas maneiras, sem depender de ninguém e também sem depender do amor romântico, e estou muito satisfeita com o resultado”, finaliza a diretora.

Juliana Martins

A atriz iniciou sua carreira em 1985 na novela A gata comeu, da TV Globo. Participou de diversas produções também como Riacho Doce (1990), Vamp (1992), Malhação (1995), Zazá (1997), Coração de estudante (2002), Belíssima (2006), Cheias de Charme (2012), Geração Brasil (2014). Também trabalhou na Rede Record, nas novelas Caminhos do Coração (2008), e Jesus (2019), e gravou séries e programas para a GNT, como Questão de família; As canalhas; Os homens são de Marte, e Copa Hotel. Em sua trajetória, atuou no cinema e teatro, além de acumular trabalhos como produtora de teatro.

Bel Kutner

Atriz e diretora de teatro. Iniciou a carreira como atriz em 1987 na TV Manchete. Foi diretora artística da Cidade das Artes, entre 2017 e 2020, trabalho pelo qual ganhou o troféu na 7ª edição do Prêmio Cesgranrio de Teatro, em 2020. Como diretora, acumula trabalhos desde 2007, sendo a última direção do espetáculo Lygia, de Maria Clara Mattos. Já atuou em 11 novelas, com destaque para O Outro Lado do Paraíso e Verdades SecretasVamp (1992), junto com Juliana Martins, todas da TV Globo. Atualmente está gravando Nos tempos do imperador, a nova novela das seis.

Ficha Técnica:

Atuação: Juliana Martins

Direção: Bel Kutner

Texto: Beto Brown

Direção de Produção: Jorge Elali

Argumento e Idealização: Juliana Martins

Cenário e Figurino: Domingos de Alcântara

Design de Luz: Lara Cunha e Paulo Denizot

Trilha Sonora: Rodrigo Penna

Fotos: Léo Aversa

Projeto Gráfico: Chris Lima

Marketing Digital: Deivid Andrade

Design Lustre de Cena: Levi Domingos

Make Fotos: Paulo Botelho

Assessoria de Imprensa – Belmira Comunicação (RJ)

Buriti Comunicação (SP)

Produtores associados: Juliana Martins e Jorge Elali

Realização: Bubu Produções e Jorge Elali Produções

Serviço

Temporada “O Prazer é Todo Nosso”, com Juliana Martins, direção de Bel Kutner e texto de Beto Brown

Dias 1, 8, 15, 22 e 29, sábados, às 18h

Duração: 60 minutos

Gênero: Comédia

Classificação Indicativa : 14 anos

Temporada On-line.

Vendas: sympla.com.br

Link direto: https://bit.ly/3gMzDN0

Informações: www.teatropetragold.com.br