EsportesInternacional

Atlético de Madrid e sua nova tentativa de título na Liga de Campeões

O Atlético de Madrid enfrenta o RB Leipzig nas quartas de final da Liga dos Campeões, em Lisboa, na quinta-feira, buscando dar mais um passo em direção à final do torneio continental na busca por título que iluminará sua temporada.

Com a dolorosa lembrança das finais de 2014 e 2016, das duas derrotas para o Real Madrid, o Atlético parte para Lisboa para uma atípica fase final do torneio continental na qual busca apagar aquelas más memórias.

“Acho que o Atlético já merece essa Liga”, disse o atacante belga Yannick Carrasco, que marcou um gol na segunda final da Liga dos Campeões, em entrevista ao jornal Marca.

Os alvirrubros não chegaram às quartas nas últimas duas temporadas e o sonho de erguer a “Orelhuda” (apelido do troféu do torneio continental) pode enfim ser realizado este ano em Lisboa.

Mas, antes do embarque para a capital portuguesa, um susto. No domingo, o atacante argentino Ángel Correa e o croata Sime Vrsaljko testaram positivo para coronavírus, fazendo com que as pessoas temessem mais infectados na equipe, o que não foi registrado.

“Tomara que este seja nosso ano”

“Vamos dar a vida para conquistar o título e tomara que seja neste ano para darmos alegria aos torcedores, que merecem mais do que nós”, afirmou o atacante Diego Costa, um dos sobreviventes da final de 2014 perdida no Estádio da Luz de Lisboa.

O brasileiro naturalizado espanhol deve ser a aposta de Simeone para liderar o ataque da equipe da capital espanhola, apoiado por Marcos Llorente, convertido em meia avançado.

O time espanhol, que eliminou o Liverpool, atual campeão europeu, nas oitavas de final antes da paralisação do futebol por conta da pandemia da COVID-19, voltou do confinamento em boa forma com sete vitórias e quatro empates nas últimas onze rodadas do Campeonato Espanhol.

O Atlético de Madrid chegou ao fim da competição nacional em terceiro lugar, garatindo assim vaga para a próxima temporada da Liga dos Campeões.

“Estamos preparados para este desafio novo, diferente e especial”, afirmou o goleiro do Atlético, Jan Oblak.

Ninguém escondeu o alívio pelo sorteio que colocou a equipe de Simeone numa partida contra o time que teoricamente é o menos forte das quartas de final, mas que busca surpreender em sua terceira participação na principal competição de interclubes da Europa.

Sem margem de erro

Apesar disso, os alvirrubros não menosprezam um adversário que ficou em primeiro lugar no seu grupo, à frente do Lyon e eliminou nas oitavas de final o Tottenham, finalista do ano passado.

“Se fossem dois jogos, teríamos outro para virar, mas tudo pode acontecer num só jogo”, avisou Diego Costa.

Principalmente contra o Leipzig, que terminou em terceiro lugar no Campeonato Alemão depois de marcar nesta competição nacional 81 gols, trinta a mais que os feitos pelo Atlético de Madri no Espanhol.

“Temos tanta qualidade como o Atlético. Somos sempre uma ameaça no ataque, independentemente de quem joga ou com que formação”, afirmou o meia Kevin Kampl, do Leipzig, convencido de que “não existe um favorito claro”.

No entanto, o técnico da equipe alemã, Julian Nagelsmann, terá que pensar em como cobrir a sensível ausência de seu atacante Timo Werner, que marcou 34 gols, quatro deles na Liga dos Campeões, que deixou Leipzig pelo Chelsea em junho sem esperar o fim da Liga.

Na quinta-feira, o Leipzig quer fazer  história ao entrar na sua primeira semifinal na Liga dos Campeões, enquanto o Atlético quer dar mais um passo em direcção a um título que teima em lhe escapar.

Prováveis escalações:

RB Leipzig: Gulasci – Klostermann, Upamecano, Halstenberg – Mukiele, Sabitzer (ou Laimer), Kampl, Angelino – Forsberg (ou Olmo), Nkunku – Poulsen (ou Schick). Treinador: Julian Nagelsmann

Atlético de Madri: Oblak – Trippier, Savic, Felipe, Renan Lodi – Vitolo, H. Herrera, Koke, M. Llorente – Joao Felix, Diego Costa. Treinador: Diego Simeone (ARG)

Árbitro: Szymon Marciniak (POL)

Foto: AFP

Tags
Exibir Mais

Edinaele Santos

Jornalista e Produtora, 22. Além de registrar fatos, o jornalismo escreve histórias que serão contadas por gerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar