ComportamentoInovação

Associação Peter Pan é eleita a melhor ONG do país em 2019

Concorreram ao prêmio 757 entidades que atuam nos setores de Saúde, Educação, Meio Ambiente, Esporte, Criança e Adolescente e Desenvolvimento Local

Concorrendo com centenas de instituições de todo o Brasil, a Associação Peter Pan é eleita a melhor ONG do país no ano de 2019. A premiação foi entregue na noite desta segunda-feira (18), em uma cerimônia no teatro Joseph Safra, na cidade de São Paulo e apresentada em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (20) no auditório Aldenor Nunes Freire, no Centro Pediátrico do Câncer.

Em sua terceira edição, o prêmio Melhores ONGs é fornecido pelo Instituto Doar, a agência O Mundo Que Queremos e a Rede Filantropia em parceria com a Fundação ToyotaFundação Lemann, Instituto Humanize e a Fundação Getúlio Vargas, sendo esta última responsável por avaliar os critérios. O prêmio Melhores ONGs tem a missão reconhecer e divulgar as entidades sem fins lucrativos que se destacam pela transparência e gestão em suas atuações.

As entidades inscritas foram avaliadas em 70 critérios, que envolvem Causa e Estratégia de Atuação; Representação e Responsabilidade; Gestão e Planejamento; Estratégia de Financiamento; Comunicação e Prestação de Contas, tendo como destaque em todos eles a Associação Peter Pan.

O prêmio foi criado para ajudar os brasileiros a identificarem quais entidades são mais confiáveis, onde podem encontrá-las e o que é realizado com os valores doados. A eleição das Melhores ONGs do país serve como porta de entrada para o doador que, por meio deste ranking, passe a conhecer a instituição e, possivelmente, continuar doando e até ampliar essa prática.

A presidente da Associação Peter Pan, Olga Freire, expressa sua alegria e orgulho com o título. “Este prêmio materializa o reconhecimento do trabalho realizado pela Associação Peter Pan nestas duas décadas. Um trabalho transparente e comprometido com a construção de um futuro melhor”.

Impactos

Segundo o IBGE de 2016, na região Nordeste existem cerca de 44.449 fundações privadas e associações sem fins lucrativos (Fasfil). Desse total existem, aproximadamente, 8.771 no Estado do Ceará. Ter uma instituição cearense reconhecida como melhor do Brasil reforça o importante trabalho realizado pelo Terceiro Setor, bem como confere maior credibilidade no que diz respeito a captação de recursos dentro e fora do país.

Retrospectiva 2019

O ano de 2019 trouxe diversas mudanças e inovações para o Centro Pediátrico do Câncer da Associação Peter Pan. Atendendo atualmente em torno de 2.462 pacientes, o hospital conta hoje com 95 leitos, que inclui 7 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), enfermarias, consultórios médicos, além de espaços diferenciados como a Brinquedoteca, Espaço do Adolescente, ABC+Saúde e diversos outros que proporcionam conforto, entretenimento e bem estar ao paciente e sua família.

Além do Tratamento Especializado, a Associação Peter Pan desenvolve 17 programas sociais que assistem os pacientes durante todo o tratamento. As atividades incluem incentivo à cultura, lazer e entretenimento, realização de sonhos, assistência psicossocial, financeira e jurídica, suporte nutricional e moradias adequadas, dentre muitos outros que contribuem na promoção de um futuro. Somente em 2019 foram entregues 4 casas reformadas, mais de 600 cestas nutricionais/mês. 

Buscando promover a cura, o bem estar e qualidade de vida das crianças, adolescentes e familiares em tratamento no Centro Pediátrico do Câncer, a Associação Peter Pan desenvolveu um setor destinado exclusivamente à saúde mental. O objetivo da iniciativa é realizar acompanhamentos psicológicos, durante todas as fases do tratamento, bem como fortalecer o tratamento humanizado junto aos pacientes e familiares, prevenção do desenvolvimento de possíveis transtornos mentais, estudos clínicos, além de combinar tratamento convencional com terapias complementares que integram corpo, mente e espírito.

Complementando os trabalhos realizados neste ano, a instituição capacitou 2.045 profissionais da saúde em Fortaleza e 666 profissionais nas Regiões Metropolitanas de Itaitinga, São Gonçalo e Horizonte em Diagnóstico Precoce do Câncer Infantojuvenil, reforçando sua missão de elevar o índice de cura.

Foto: Divulgação

Tags
Exibir Mais

Edinaele Santos

Jornalista, 21, trabalha na produção de conteúdos para o portal Siará News. "Escrever não é uma escolha, é um sintoma, não é meu trabalho é minha vida"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar