InovaçãoMundo DigitalNovas Tecnologias

Apple revela Apple Watch SE (mais barato) e Apple Watch 6 (mais potente)

Oxímetro detecta o nível de oxigenação do sangue do usuário.

Uma versão mais barata do Apple Watch se torna realidade nesta terça-feira com a chegada do Apple Watch SE. O relógio foi apresentado pela Apple pelo preço sugerido de US$ 279 (R$ 1.470 em conversão direta) durante um evento online nesta terça. Também foi revelado o Apple Watch Series 6 pelo preço sugerido de US$ 399 (R$ 2.105), agora com oxímetro para medir o nível de oxigenação do sangue.

A empresa divulgou o fim do adaptador de tomada incluso na caixa dos novos smartwatches. Consumidores terão de comprá-lo à parte. Ainda não se sabe quando os novos aparelhos vão desembarcar no mercado brasileiro. No entanto, a Apple não costuma mais levar meses para trazer os lançamentos ao território nacional. Também foram anunciados o iPad (8ª Geração) e o iPad Air (4ª Geração).

Apple Watch SE por US$ 279, o equivalente a R$ 1.470

Tal qual ocorre com o iPhone SE, o novo Apple Watch SE aposta em hardware atual, porém com visual de aparelho antigo. O relógio inteligente repete o mesmo formato do Apple Watch 3, modelo de setembro de 2017. A empresa aposta num produto mais acessível para ganhar ainda mais participação num mercado que já domina, uma vez que o Apple Watch foi o smartwatch líder em receita no primeiro semestre deste ano.

O Apple Watch SE usa o chip S5, que a empresa promete ser duas vezes mais rápido que o processador do Apple Watch 3.

Apple Watch 6 por US$ 399, o equivalente a R$ 2.105

A sexta geração do Apple Watch traz a inédita cor azul e vermelho (Product Red). O relógio também conta com um modelo em acabamento dourado. O Apple Watch 6 apresenta ainda um novo acabamento em plástico que se junta aos modelos de metal e cerâmica.

O sucessor do Apple Watch 5 inclui na ficha técnica o oxímetro para fazer a medição de oxigênio no sangue, recurso que pode ser útil ao realizar atividades físicas e para usuários portadores de asma. No entanto, a ferramenta não tem eficiência comprovada para identificar casos de Covid-19, apesar de estudos em andamento que testam o recurso.

O Apple Watch 6 também ganha uma função de detectar elevações – o altímetro. Agora o relógio consegue registrar quando o usuário sobe escadas ou se está em alturas acima do nível do mar, por exemplo.

Outras especificações importantes que já estavam presentes no modelo anterior foram mantidas. O novo relógio traz o eletrocardiograma, ferramenta para registrar os batimentos cardíacos diretamente no pulso dos usuários que ficou conhecida por identificar doenças e salvar vidas ao redor do mundo. A função foi liberada recentemente no Brasil e já pode ser usada pelos brasileiros.

A detecção de queda grave também marca presença no Apple Watch 6. A função identifica se o usuário caiu de uma altura considerável e exibe um alerta para perguntar ao dono do relógio se está tudo bem. Caso não haja respostas, o dispositivo aciona a emergência e informa a localização aos socorristas. O recurso fica ativado de forma nativa para pessoas de mais de 65 anos, mas usuários que não estão nesta faixa etária podem ligá-lo nas configurações.

As novidades foram apresentadas diretamente da sede da Apple nos Estados Unidos com a participação de diversos executivos, entre eles o CEO Tim Cook. A companhia também anunciou a data de lançamento do iOS 14. Usuários de iPhone 6S ou posterior poderão instalar a nova versão de sistema a partir desta quarta-feira (16).

Foto: Reprodução/Internet 

Tags
Exibir Mais

Thaynara Pinheiro

Designer de Moda, trabalha com produção de conteúdo, fotografia e tem um pé no design gráfico. Sempre disposta a ajudar e a fazer de tudo para os jobs saírem perfeitos. Responsável pela coordenação de conteúdos, marketing e criação de projetos do Portal Siará News e pela produção do programa Siará Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar