DestaqueMundoNotícias

Anonymous diz ter provas que ligam Trump a tráfico e exploração de crianças

O final de semana foi bastante intenso e movimentado nas ruas de todo o mundo e nas rede sociais, por conta de protestos contra racismo nos Estados Unidos e em várias cidades ao redor do globo devido à morte de George Floyd; e passeatas políticas no Brasil. Em meio aos fatos, o Anonymous retornou sérias revelações.

Na madrugada deste domingo (31), o grupo Anonymous voltou à cena depois de Donald Trump considerar o movimento antifascista de esquerda Antifa como militantes extremistas e “terroristas” nos protestos antirracistas pela morte de George Loyd.

Os hackers acusaram o presidente dos EUA de ser um dos envolvidos diretos na rede de tráfico comandada por  Jeffrey Epstein, um financiador americano condenado por abuso sexual, e até que ele teria ordenado sua execução para eliminar possíveis ligações entre ambos.

O Anonymous disse ainda ter fotos de Trump com menores de idade e divulgou uma lista de pessoas que eram supostamente chantageadas por Epstein — especula-se que esses conteúdos tenham sido parte do que foi apreendido pelo FBI nas residências do executivo. Nesse suposto documento constam os nomes de Trump, a ex-supermodelo Naomi Campbell, John Casablancas (dono da Elite Model e pai do vocalista dos Strokes), advogados da família Kennedy e até empresários brasileiros, como Pedro Paulo Diniz e Mário Garnero (pai de Álvaro Garnero).

O grupo também recomendou “olhar para o Brasil e investigar se Bolsonaro tem ligações com o traficante de crianças e o estuprador John Casablancas, um parceiro próximo de Trump”.

Vale destacar que nada disso foi comprovado e que não há provas concretas, nem mesmo confirmações de nenhum dos acusados ou do FBI — e nem mesmo há declarações sobre quaisquer abertura de inquéritos ou investigações em andamento a respeito dessas acusações.

Fonte: Canaltech
Foto: Reprodução

 

 

Tags
Exibir Mais

Brenda Bezerra

Estudante de publicidade e propaganda, produtora de moda e criadora de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estúdio Ao vivo

Abrir Rádio
Fechar